Menu

Menu Fofin

  • Home
  • Resenhas
  • Projeto 198 livros
  • Leituras do mês
  • Li em 2015
  • Contato

23 de jan de 2015

Resenha: Humanos Nascemos de Quino

Editora: WMF Martins Fontes
Páginas: 126
Lançamento: 2010

Mafalda é a criação mais famosa do Quino. No entanto, a carreira do cartunista não se limita a dar vida a essa querida personagem. Após 1973, com o fim das tiras da Mafalda, o cartunista  embarcou em outros projetos igualmente brilhantes.  E um deles é Humanos Nascemos, originalmente publicado em 1987, que faz   parte de uma série de álbuns dedicados aos outros projetos de Quino.

Essa nova série do Quino já conta com mais de 10 álbuns publicados e traduzidos no Brasil pela editora WMF Martins Fontes. Outros títulos pertencentes a essa série são:  “ Que Presente Inapresentável!”, "Bem, Obrigado e você?”, “ Cada um no seu lugar” e “Quinoterapia”.
  
Nesse novo formato, não temos um personagem fixo,  cada história desenvolve-se em uma página e apresenta desenhos em preto e branco que transitam entre os cartuns e as histórias em quadrinhos.






 O álbum faz críticas a sociedade abordando as relações de poder, cidadania, as desigualdades sociais, valores religiosos, a degradação ambiental, direitos humanos  e a transformação das relações humanas.


 Recheado de humor caustico e sarcasmo , Quino faz uma crítica social as várias esferas da sociedade e das ações humanas. Tenho certeza que quem é fã da Mafalda, também vai apaixonar-se por esses outros trabalhos do desenhista argentino. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário