Menu

Menu Fofin

  • Home
  • Resenhas
  • Projeto 198 livros
  • Leituras do mês
  • Li em 2015
  • Contato

27 de jan de 2015

L&C: O sobrinho do Mago de C.S, Lewis

Livro: As Crônicas de Nárnia
Autor: C.S. Lewis
Volume: 1
   “ O que aqui se conta aconteceu há muitos anos, quando vovô ainda era menino. É uma história de maior importância, pois explica como começaram as idas e vindas entre o nosso mundo e a terra de Nárnia.”

O sobrinho do Mago é o primeiro livro da conceituada série As Crônicas de Nárnia de C.S. Lewis. Esse livro  é como uma introdução para toda a série, pois vai contar sobre a criação de Nárnia e explicar como começou as viagens  dos humanos para essa terra encantada.

Digory e sua amiga e vizinha Polly  vivem em Londres  e como crianças adoram brincar, aventurar-se pela vizinhança e imaginar novos mundos. Até que eu um dia, eles  descobrem um túnel que passa por debaixo das casas e decidem atravessá-lo até uma casa abandonada. No entanto, as crianças erram os cálculos e acabam no sótão do tio André, o excêntrico tio de Digory,  e a partir daí a aventura de suas vidas começa.
O Tio André, é um solteirão e pseudo-mago completamente alucinado e egoísta  que vive as custas da sua irmã. Ele acredita na existência de outros mundos e possui anéis mágicos que possibilitam o transporte para outros universos. E sem pensar duas vezes ,  vai usar do seu sobrinho Digory e sua amiga Polly para provar sua teoria.
A partir desse momento entramos em contato com outros universos e personagens muito interessantes e que permaneceram nos próximos volumes da série.  Com o, por exemplo, Jardis e o Leão.  É nesse volume que também nos é apresentado os primeiros reis de Nárnia  e como o mal conseguiu chegar a esse novo mundo.
“ – Mas não se deixem bater. O mal virá desse mal , mas temos ainda uma longa jornada,e  cuidarei para que o pior caia sobre mim. Por enquanto, providenciamos para que , por muitas centenas de anos, seja esta uma terra de júbilo em um mundo jubiloso.  E , como a raça de Adão trouxe a ferida, que a raça de Adão trabalhe para sana-lá. Aproximem-se mais os outros dois.”

A escrita de C.S. Lewis é muito envolvente e proporciona que viajemos muito facilmente  por esse mundo de fantasia que ele criou. Confesso, que no inicio eu estranhei muito o tom formal usado nos diálogos entre as crianças, mas  ao decorrer da história eu  fui me acostumando e não atrapalhou em nada  a minha experiência de leitura.
Sem dúvidas, a parte  mais interessante dessa crônica foi a descrição do nascimento de Nárnia. É impossível não perceber o paralelo que o autor faz com a criação do mundo e outras histórias bíblicas. Aliás, ao decorrer de toda a história percebemos as referências as histórias e personagens bíblicos.
“ O Leão andava de um lado para o outro na terra nua, cantando a nova canção. Era mais suave e ritmada do que a canção  com a qual convocara as estrelas e o sol; uma canção doce, sussurrante. A medida que caminhava e cantava, o vale ia ficando verde de capim. O capim se espalhava desde onde estava o Leão, como uma força, e subia pelas encostas  dos pequenos montes como uma onda. Em poucos minutos deslizava pelas vertentes mais baixas das montanhas distantes , suavizando cada vez mais aquele mundo novo. Podia-se ouvira a brisa encrespando a relva. "

Para quem quer conhecer mais sobre esse mundo mágico e extraordinário criado por C.S. Lewis, o Sobrinho do Mago é uma leitura obrigatória. Estou ansiosa para saber mais sobre esse universo e realizar a leitura dos outros livros da série. 

Um comentário:

  1. Genteee, estou lendo as Crônicas de Narnia. Adoro Lewis! Qro ler o Sobrinho do mago!
    haha
    abraço e beijos!

    www.miriankardoso.com.br

    ResponderExcluir